Mais um garoto adoece após tomar leite ao sul da China

O governo de Hong Kong informou que um garoto de 10 anos ficou com pedras nos rins após ingerir leite em pó contaminado produzido na China. Segundo a versão oficial, o garoto tinha duas pequenas pedras nos rins, mas não precisou ser internado. O garoto havia consumido diariamente leite em pó produzido pela companhia de laticínios chinesa Yili Industrial Group., nos últimos seis anos. Com o novo caso, sobe para sete o número de crianças com pedras nos rins por causa da melamina nos territórios chineses de Hong Kong e Macau.Segundo o governo, o produto estava contaminado com melamina. O produto químico era acrescentado por funcionários chineses do setor da laticínios, para fraudar testes de proteínas. Assim eles podiam acrescentar água à mistura, aumentando os lucros. Em pequenas quantidades a melamina não traz riscos, porém em doses maiores pode causar pedras nos rins e até a morte por falência renal. O escândalo do leite contaminado por melamina já causou quatro mortes e deixou mais de 54 mil crianças doentes na China. Pequim anunciou hoje regras mais rígidas para regular o setor, como parte de uma investida para conter o problema. Mais de 30 países impuseram restrições ou proibiram a importação de produtos lácteos chineses por causa do escândalo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.