Mais um italiano pode ter sido seqüestrado no Iraque

O Ministério do Exterior da Itália afirma estar investigando notícias de que um italiano foi feito refém no Iraque. A agência de notícias ANSA, citando fontes dos serviços de espionagem, disse que um homem de 52 anos e nacionalidade italiana, que trabalhava para uma empresa britânica, foi capturado. Um porta-voz da chancelaria italiana diz que o informe está sendo checado. Pelo menos quatro cidadãos da Itália foram feitos reféns por rebeldes iraquianos. Dois deles, Enzo Baldoni e Fabrizio Quattrocchi, foram mortos pelos captores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.