Mais um religioso sunita é assassinado no Iraque

Homens encapuzados mataram a tiros um religioso sunita ao norte de Bagdá, no segundo assassinato deste tipo em apenas dois dias. O xeque Ghalib Ali al-Zuhairi era membro da Associação dos Acadêmicos Muçulmanos, um grupo de religiosos sunitas que se opõe à realização das eleições nacionais iraquianas, programadas para 30 de janeiro.Al-Zuhairi foi atacado quando saia da mesquita de Tiyab, no povoado de Mukdadiya, depois das orações do amanhecer. Segundo o coronel Raisan Hussein, o clérigo foi levado ao hospital local, onde veio a falecer.Um dia antes, homens armados mataram outro religioso do mesmo grupo na cidade de Mossul, no norte do país, o xeque Faid Mohamed Amin al-Faidhi, que era irmão do porta-voz do grupo. A polícia ainda não tem elementos para determinar se há relação entre os dois assassinatos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.