Malaios protestam em festival religioso hindu

Minorias étnicas dizem-se discriminadas em empregos, educação e negócios, além da religião

Associated Press

23 de janeiro de 2008 | 05h05

Dezenas de milhares de peregrinos estão congregados para um festival hindu nesta quarta-feira, 23, na Malásia. Neste ano os participantes estão descontentes com o boicote às minorias étnicas a partir dos tratamento que afirmam receber do governo.   Muitos indianos de etnias distintas, que representam oito por cento de 27 milhões do povo malásio, sentem a face na discriminação nos empregos, educação e negócios, e ainda alegam não terliberdade religiosa em um país de maioria muçulmana. Cerca de 60% da população da Malásia é malaio-muçulmana. Há uma minoria chinesa que é budista e cristã.   Peregrinos clamam para um encontro de outros templos ao invés do que acontece nas Cavernas Batu, que são controladas pelo Congresso Indiano.   Ativistas indianos acusam o governo de não suprir as necessidades da comunidade de minorias étnicas do país.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.