Arquivo/AP
Arquivo/AP

Malala receberá prêmio internacional por seu ativismo

Menina paquistanesa sobreviveu a um ataque taleban quando ia da escola para a casa

O Estado de S. Paulo,

27 de agosto de 2013 | 19h45

AMSTERDÃ - A menina paquistanesa Malala Yousafzai, que sobreviveu a um atentado do taleban em outubro de 2012, receberá o Prêmio Internacional da Paz da Infância por seu ativismo e "luta para que as meninas do mundo inteiro tenham acesso à educação", anunciou nesta terça-feira, 27, a Fundação KidsRights.

Malala, 16 anos, vai receber o "International Children's Peace Prize" das mãos da iemenita Tawakkol Karman, Prêmio Nobel da Paz 2011, durante uma cerimônia que ocorrerá em Haia, no dia 6 de setembro.

A fundação descreveu Malala como "uma menina talentosa e corajosa que demonstrou uma dedicação especial aos direitos das crianças". A menina tinha 15 anos quando foi atacada, com outras duas colegas, no caminho da escola para a casa no Paquistão.

Malala sobreviveu ao ataque, recebeu tratamento médico e atualmente estuda na Inglaterra. Convertida no símbolo da resistência contra os talebans, a garota também figura entre os candidatos ao Nobel da Paz deste ano./ AP

 
Tudo o que sabemos sobre:
Malala YousafzaiPaquistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.