Reprodução Twitter/@Malala
Reprodução Twitter/@Malala

Malala Yousafzai se casa no Reino Unido

Ativista e vencedora do Prêmio Nobel da Paz fez cerimônia pequena em Birmingham

Redação, O Estado de S.Paulo

09 de novembro de 2021 | 17h33

BIRMINGHAM, Reino Unido - Malala Yousafzai, ativista pela educação de meninas e ganhadora do Prêmio Nobel da Paz, se casou nesta terça-feira, 9, em Birmingham, no Reino Unido.

Malala e Asser, seu marido, fizeram uma pequena cerimônia e comemoraram em casa com suas famílias. “Hoje é um dia precioso na minha vida. Asser e eu nos casamos para sermos parceiros para a vida toda”, escreveu ela no Twitter, acrescentando quatro fotos à postagem.

Malala não deu nenhuma outra informação sobre o marido além do primeiro nome. Os usuários da Internet o identificaram como Asser Malik, gerente geral do Centro de Alto Desempenho do Conselho de Críquete do Paquistão. A agência Reuters não conseguiu confirmar a informação.

Malala sobreviveu a um tiro disparado por um combatente do Taleban quando tinha 15 anos, em 2012. A ativista é reverenciada em muitas partes do mundo, especialmente nos países ocidentais, por sua coragem pessoal e eloqeência na defesa dos direitos das meninas e mulheres. No Paquistão, seu ativismo dividiu a opinião pública.

Em julho deste ano, Malala disse à Vogue britânica que não tinha certeza se iria se casar. "Ainda não entendo por que as pessoas têm que se casar. Se você quer ter uma pessoa em sua vida, por que tem que assinar os papéis do casamento, por que não pode ser apenas uma parceria?", declarou em uma entrevista.

O comentário atraiu críticas de muitos usuários de mídia social no Paquistão na época. /REUTERS

Tudo o que sabemos sobre:
Malala YousafzaiPaquistão [Ásia]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.