Mali prende 2 suspeitos de planejar ataque a bomba

Dois homens com explosivos foram presos ao tentarem entrar na cidade de Gao neste sábado, um dia após um ataque suicida ter levantado temores sobre uma insurgência rebelde no norte do Mali, informou o exército do país. Os suspeitos ficaram sob custódia dos militares depois de terem sido detidos em uma estrada que leva para a maior cidade do norte do país, segundo Modibo Traore, porta-voz do exército malês.

AE, Agência Estado

11 de fevereiro de 2013 | 19h48

"Os homens foram interceptados em um posto de controle na estrada de Bourem", um vilarejo ao noroeste de Gao, afirmou ele. Embora só tenha matado o agressor, o ataque de ontem alimentou preocupações sobre a estratégia dos rebeldes do Mali, que inicialmente pareciam resistir pouco ao avanço das forças militares.

O ministro de Defesa do Mali, Yamoussa Camara, afirmou à Associated Press que o exército continua caçando extremistas. "Nós pedimos que a população de Gao não ceda ao pânico e, acima de tudo, coopere com as forças de segurança para expulsar os terroristas infiltrados entre os civis", disse por telefone de Bamako.

O jovem que se explodiu na sexta-feira vivia em uma casa na cidade de Gao tida como esconderijo jihadista. O local teria sido visitado três meses atrás pelo líder terrorista Moktar Belmoktar, que reivindicou a responsabilidade pelo atentado na Argélia contra unidade de gás natural da BP, que deixou cerca de 37 mortos. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Malisuspeitosataque

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.