Maliki admite negociar com alguns grupos rebeldes

O primeiro-ministro do Iraque, Nouri al-Maliki, anunciou nesta quarta-feira que seu governo lançará na quinta-feira uma "iniciativa de reconciliação nacional global", que pode incluir contatos com alguns dos grupos rebeldes que operam no país."O governo, de acordo com esta iniciativa, anunciará sua disposição a abrir um diálogo com alguns grupos armados cujas mãos não estejam manchadas de sangue", disse Maliki em entrevista coletiva em Bagdá.Maliki afirmou que o plano também inclui a possibilidade de libertar presos que não tenham sido condenados por delitos de sangue.O primeiro-ministro garantiu que a decisão da semana passada de libertar 2.500 prisioneiros faz parte desta iniciativa, destinada a reconciliar as diversas facções iraquianas.Em dezembro do ano passado, o então primeiro-ministro iraquiano, o xiita Ibrahim al-Jaafari, mostrou sua disposição a promover um diálogo com os grupos insurgentes para pôr fim à violência sectária no país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.