Maliki convoca reunião de crise

O premiê iraquiano, Nuri al-Maliki, anunciou ontem que as principais facções do país se reunirão até terça-feira para tentar resolver a paralisia política causada pela saída de 17 ministros do governo. O anúncio ocorreu em mais um fim de semana de violência, quando a morte de mais cinco soldados dos EUA elevou para 3.690 o total de americanos mortos desde 2003.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.