Maliki e Allawi rompem negociação de governo

IRAQUE

, O Estado de S.Paulo

17 de agosto de 2010 | 00h00

Os dois principais candidatos a liderar um novo governo no Iraque romperam ontem as negociações, cinco meses depois das eleições. Iyad Allawi, líder da coalizão Iraqiya, a mais votada nas eleições de março, anunciou a suspensão das conversas com a coalizão Estado de Direito, liderada pelo premiê Nuri al-Maliki (foto). O motivo alegado por Allawi é que Maliki teria chamado a Iraqiya, bloco laico, de "sunita".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.