Malvinas fará referendo em março

As autoridades das Ilhas Malvinas anunciaram ontem que nos dias 10 e 11 de março realizarão um referendo entre 2 mil eleitores para definir o status legal do arquipélago. Os moradores definirão que tipo de soberania preferem respondendo uma única pergunta: "deseja que as Falklands (denominação britânica das Ilhas Malvinas) conservem seu status político atual como território de além-mar da Grã-Bretanha?". O governo de Cristina Kirchner reivindica a soberania das ilhas e rejeita a realização do referendo. / ARIEL PALACIOS

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.