Felipe Trueba/Efe
Felipe Trueba/Efe

Malvinas fará referendo sobre status do arquipélago

Segundo o presidente da Assembleia Legislativa das ilhas, a vontade é ser um território autônomo ultramar do Reino Unido

AE, Agência Estado

12 de junho de 2012 | 11h17

LONDRES - O governo das ilhas Malvinas, chamadas de Falklands pelos britânicos, anunciou nesta terça-feira, 12, que realizará um referendo para que os moradores locais digam se querem que o território continue a pertencer ao Reino Unido.

Veja também:

link Cristina usa Olimpíada em campanha por Malvinas

link Argentina propõe rota aérea entre Buenos Aires e Malvinas

O presidente da Assembleia Legislativa das ilhas, Gavin Short, disse que quer realizar o referendo "não porque temos dúvidas sobre o que somos e o futuro que queremos, mas sim para mostrar ao mundo a certeza que temos".

Os moradores das Malvinas "querem que as ilhas continuem sendo um território autônomo ultramar do Reino Unido", acrescentou Gavin.

As ilhas são reclamadas tanto pelo Reino Unido como pela Argentina. A guerra de palavras entre os dois países tem aumentado com o 30º aniversário da guerra, fruto da tentativa argentina de recuperar o arquipélago à força em 1982.

As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Reino UnidoMalvinasreferendo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.