Mancha de óleo se aproxima da França

Uma mudança na direção do vento que sopra na costa da Galícia, na Espanha, afastou hoje a mancha de óleo que vazou do navio Prestige. Agora a maré negra está indo na direção do litoral da França. "O vento afastou as manchas da costa. No momento, ele sopra para o nordeste", comemorou o vice-presidente do governo espanhol, Mariano Rajoy. Os pescadores também confirmaram a informação. Em centenas de barcos, eles navegaram pela costa da Galícia, sem avistar vestígios do perigo. Mas apesar do afastamento do litoral, os especialistas acreditam que essa tranqüilidade pode ser passageira. As condições meteorológicas poderiam se manter apenas durante dois ou três dias. O vice-presidente espanhol afirmou que petróleo solidificado está saindo do casco do navio submerso, em quantidades pequenas. O vazamento foi detectado pelo submarino francês Nautile, que participa de uma missão na região onde afundou o Prestige, em 19 de novembro. "A estrutura da proa do petroleiro está deformada, com as pranchas dobradas", afirmou Rajoy. A maré negra já afetou áreas de Portugal, da Espanha e agora se aproxima da costa francesa.

Agencia Estado,

05 Dezembro 2002 | 19h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.