Arquivo/Reuters
Arquivo/Reuters

Mandela continua em situação 'crítica, mas estável', diz governo

Sul-africanos aguardam aniversário de 95 anos do líder antiapartheid, em 18 de julho

O Estado de S. Paulo,

01 de julho de 2013 | 15h34

JOHANESBURGO - O líder antiapartheid e ex-presidente da África do Sul, Nelson Mandela, permanece internado e sua condição é "crítica, porém estável", afirmou o governo sul-africano.

Mandela está no hospital em Pretoria há mais de três semanas recebendo tratamento para uma infecção pulmonar recorrente. Esta é sua quarta internação em seis meses.

A frágil saúde de Mandela, de 94 anos, admirado globalmente como símbolo da luta contra a injustiça e o racismo, reforçou a percepção de que o pai do pós-apartheid não é eterno.

Enquanto ele está internado, muitos sul-africanos aguardam seu aniversário de 95 anos em 18 de julho. "Nós precisamos estar aptos para fazer algo bom para a humanidade neste dia em homenagem ao nosso ex-presidente", disse o presidente da África do Sul, Jacob Zuma, em comunicado.

A saúde de Mandela também dominou a visita de dois dias que o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, fez à África do Sul no fim de semana. Obama se encontrou com a família de Mandela no sábado, ofereceu palavras de conforto e enalteceu o ex-chefe de Estado como uma das maiores figuras da História. /REUTERS

 
Tudo o que sabemos sobre:
Nelson MandelaÁfrica do Sul

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.