Mandela continua no hospital e recebe homenagens

As crianças do vilarejo onde nasceu Nelson Mandela cantam músicas em sua homenagem e deixam balões com mensagens do lado de fora do hospital onde o primeiro presidente negro da África do Sul está internado. Mandela vem passando, há quase uma semana, por um tratamento para combater uma recorrente infecção pulmonar.

AE, Agência Estado

14 de junho de 2013 | 11h25

Ainda não houve notícias sobre a sua condição nesta sexta-feira, apesar de o governo ter informado, no fim da noite de quinta-feira, que o ex-presidente está melhorando, mas que sua condição ainda é séria.

Na escola em que Mandela estudou quando criança, os alunos cantaram músicas em sua homenagem nesta sexta-feira, com uniformes azuis. Outros se juntaram para rezar na porta do hospital em que ele está internado.

Líder do movimento contra o apartheid na África do Sul, Mandela passou 27 anos na prisão. Ele foi libertado em 1990 e, em 1994, tornou-se o primeiro presidente negro do país. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
África do SulMandela

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.