Jon Hrusa/Efe
Jon Hrusa/Efe

Mandela é hospitalizado e temores sobre sua saúde aumentam

Fundação do ex-presidente de 92 anos diz se tratar de exames de rotina

Reuters

27 de janeiro de 2011 | 07h55

JOHANESBURGO - O ex-presidente da África do Sul Nelson Mandela foi hospitalizado na noite da quarta-feira, 26, para exames de rotina, elevando temores sobre a saúde do ícone anti-apartheid de 92 anos.

 

Mandela foi internado em um hospital de Johannesburgo para o que sua fundação chamou de testes de rotina. A Talk Radio 702, porém, informou que o ex-presidente fez consultas com um pneumologista, médico que trata do sistema respiratório.

O Congresso Nacional Africano (CNA), partido que governa a África do Sul e ao qual Mandela pertenceu, pediu calma nesta quinta-feira após a internação provocar um frenesi na imprensa local e uma enorme especulação nos jornais sobre a saúde do líder.

"Ele tem 92 anos e teremos doenças relacionadas à sua saúde", disse o porta-voz do CNA Jackson Mthembu. "Fazemos um apelo para que as pessoas não façam declarações infundadas. Vamos permanecer calmos e não apertar botões de pânico, porque não há razões para isso."

Mandela não é visto em público desde a final da Copa do Mundo de futebol em julho do ano passado.

 

O ex-presidente sul-africano deixou a vida pública em 2004, antes de seu 86º aniversário, dizendo a seus compatriotas: "Não liguem para mim, eu ligo para vocês". Desde então ele apareceu poucas vezes em público e, na maioria das vezes, tinha aparência frágil.

Tudo o que sabemos sobre:
África do SulMandelaNelson Mandela

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.