Mandela pede combate da tuberculose em portadores de HIV

Estudiosos alertaram, nesta quinta-feira, em Bangcoc, para a necessidade em investir em géis capazes de matar o HIV, vírus causador da Aids. Para eles, a medida deve ser encarada em caráter de urgência para que mulheres que não têm acesso a preservativos possam se proteger da doença. Paralelamente, o ex-presidente da África do Sul, Nelson Mandela, chamou atenção para a importância de combater a tuberculose em portadores de HIV. Enquanto estudos confirmam a impossibilidade de criar uma vacina que impeça a contaminação pelo vírus, especialistas insistem na priorização do desenvolvimento de métodos preventivos, como cremes e géis, e as camisinhas femininas.A tuberculose é apontada como uma das doenças oportunistas mais comuns nos pacientes de Aids, sendo responsável por mais de 40% das mortes de soropositivos na África.Os pronunciamentos foram feitos durante a Conferência Internacional da Aids, o maior encontro de cientistas, ativistas políticos e portadores da doença, realizado em Bangcoc, na Tailândia.

Agencia Estado,

15 de julho de 2004 | 03h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.