Mandela segue em estado grave

O neto de Nelson Mandela diz que contestará uma ordem da Justiça para que mova os restos mortais de três membros da família ao túmulo original. A disputa de família ocorre em um momento em que Mandela, de 94 anos, permanece em estado crítico neste domingo em um hospital de Pretória.

Agência Estado

30 Junho 2013 | 11h06

Mandla Mandela, neto do líder sul-africano, emitiu um comunicado neste domingo dizendo que se sentia compelido a tomar medidas judiciais contra outros 16 membros da família que haviam pedido a transferência. A Justiça da África do Sul ordenou que os restos mortais de três filhos já falecidos de Nelson Mandela deveriam ser transferidos de volta para o túmulo da família em Qunu da aldeia vizinha de Mvezo, de acordo com o jornal sul-africano Sunday Times.

A disputa da família sobre o túmulo parece ser um prelúdio de desacordo sobre onde os restos mortais de Nelson Mandela ficarão após a morte do líder. Ambos os lados expressaram pesar sobre o caso ter se tornado de conhecimento público. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Mandelasaúde

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.