Mania de inglês leva-o à prisão: colecionar ovos

Um inglês, tão obcecado por ovos de pássaros que colecionou cerca de 300 num período de três meses, foi sentenciado, hoje, a três meses de cadeia.A acusação disse que John Latham estava envolvido numa ?caçada obsessiva a troféus?. Os 282 ovos que a polícia encontrou, em um móvel, incluíam 14 de um raro e protegido espécime de martim-pescador.Latham, de St. Helens, no noroeste da Inglaterra, é a sétima pessoa a ser presa, na Inglaterra, por colecionar ovos da fauna desde que essa atividade foi prescrita em 2001. Ele declarou-se culpado ao tribunal de St. Helens por cinco infrações ao Ato Rural e da Vida Selvagem.Chris Townend, funcionário da Sociedade Real de Proteção aos Pássaros, que investigou o caso, disse ao tribunal que Latham guardou os ovos num armário que ele mesmo construiu e etiquetou. A promotora Paula Grogan acrescentou que Latham mantinha documentos e diários que detalhavam visitas a, no mínimo, 61 ninhos num período de três meses.O advogado de Latham, Frank Roe, admitiu que o hobby de seu cliente tinha chegado a extremos. Desde sua prisão, Latham tem sido evitado por membros de sua família e ?para a comunidade local sempre será conhecido como o homem-ovo?, disse Roe.Algum tempo antes, este ano, Latham já havia sido multado em 2.500 libras (R$ 12.306,00) por infrações semelhantes na ilha escocesa de Orkney.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.