Maníaco invade escola e mata 8 crianças no Japão

Um homem armado com uma faca de cozinha invadiu uma sala de aula do 1.º grau e golpeou pelo menos 29 pessoas, matando oito crianças, informaram bombeiros da cidade de Osaka, Japão, onde o crime foi cometido. Duas crianças morreram na hora e outras seis chegaram a ser atendidas nos hospitais municipais, mas não resistiram aos ferimentos. O policial Toshihiko Ajisaka disse que outras 20 crianças e três professores foram esfaqueados logo após o começo das aulas. Cerca de 700 crianças estudam na escola onde o crime foi cometido. O diretor da escola, Hisao Yoshiuchi, disse não ter mais informações sobre o assunto. "Nós ainda não temos o número exato de pessoas que ficaram feridas", disse Yoshiuchi.De acordo com a polícia, o agressor chama-se Mamoru Takuma e tem 37 anos. Ele carregava uma faca com lâmina de 15 centímetros e foi preso no local do crime. Takuma, porém, ficou ferido e foi levado a um hospital de Osaka. Ninguém soube informar o motivo dos ataques. A rede de TV japonesa NHK, porém, disse que ele tomou uma dose alta de tranqüilizantes.Oficiais da polícia disseram que esse foi o pior caso de assassinato em massa no Japão desde o atentado no metrô de Tóquio, em 1995. Na ocasião, integrantes da seita apocalíptica Aum Shinri Kyo soltaram gás sarin no metrô, provocando a morte de 12 pessoas. O líder da seita, Shoko Asahara, e outros seguidores foram presos após o ataque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.