Manifestação em Díli deixa tropa australiana em alerta

As tropas australianas estão em alerta em Díli, capital do Timor Leste, onde foi convocada para esta terça-feira uma manifestação contra o primeiro-ministro Mari Alkatiri, informa a agência australiana de notícias AAP.Os soldados australianos, equipados para entrar em combate e armados com rifles de assalto, levantaram trincheiras e estabeleceram postos de controle nas principais ruas da cidade, para detectar veículos suspeitos.Os organizadores da manifestação acusam o primeiro-ministro de fazer da polícia um Exército privado a seu serviço e de preparar um plano para assassinar seus rivais políticos.Alkatiri é visto pela maioria dos timorenses, inclusive a oposição e a influente Igreja Católica, como o principal responsável pela onda de violência no país.A violência começou com a cassação de um grupo de cerca de 600 militares, em maio. Eles realizaram várias manifestações em Díli para exigir o fim da discriminação étnica no Exército.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.