Manifestação pró-Estrada é cancelada

Seguidores do presidente deposto Joseph Estrada cancelaram nesta segunda-feira uma manifestação de apoio ao ex-presidente filipino em frente ao palácio presidencial, evitando assim um confronto com grupos de esquerda. Os manifestantes pró-Estrada, entretanto, decidiram realizar o protesto, de uma forma mais calma, em Makati, principal distrito finaceiro de Manila, atrapalhando o trânsito nas primeiras horas do dia.As tropas do governo estavam em alerta máximo por causa dos protestos e de boatos sobre um golpe contra a presidente Gloria Macapagal Arroyo. O chefe dos militares, Diomedio Villanueva, convocou uma coletiva de imprensa para desfazer boatos de que o exército iria apoiar Estrada e reiterou lealdade ao atual governo. "Eu gostaria de garantir ao público que as Forças Armadas das Filipinas permanece 100% unida", disse Villanueva.Uma força-tarefa de 2 mil homens está posicionada em frente ao palácio presidencial de Malacanang, a fim de evitar manifestações violentas contra o governo. A instabilidade política derrubou a bolsa de Manila, que fechou em queda de 2,9% e deve manter essa tendência, caso a incerteza no campo político continue.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.