Manifestantes atacam QG de candidato presidencial no Egito

Sede de escritório de campanha de Ahmed Shafiq, ex-premiê de Hosni Mubarak, foi saqueada e teve janelas quebradas.

BBC Brasil, BBC

29 Maio 2012 | 03h00

Manifestantes no Egito atacaram o QG da campanha do candidato presidencial Ahmed Shafiq.

O edificio foi saqueado por centenas de pessoas, que quebraram janelas e rasgaram pôsteres de campanha do candidato.

Os manifestantes chegaram a atear fogo ao edifício, mas o local não teria sofrido grandes danos e as chamas foram debeladas rapidamente.

O protesto violento se deu horas após a comissão eleitoral egípcia ter confirmado que Shafiq seria um dos candidatos que concorrerá ao segundo turno da eleição presidencial.

Shafiq, que serviu como primeiro-ministro no governo de Hosni Mubarak, é visto por muitos no Egito como sendo ligado ao antigo regime e aos atuais líderes militares do país.

Ele irá concorrer com Mohamed Mursi, do grupo Islâmico Irmandade Muçulmana. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.