Manifestantes contra Wall Street saem de parque em NY

Os manifestantes do movimento Ocupe Wall Street tiveram de se retirar do Parque Zuccotti, local onde estão acampados há mais tempo na Baixa Manhattan, mas eles disseram que retornam assim que o local for limpo. Por volta de 1h local (4h de Brasília), policiais entregaram notificações do proprietário do parque, o Escritório Imobiliário Brookfield, e da prefeitura dizendo que o local deveria ser limpo porque estava ficando sem higiene e perigoso. Os manifestantes disseram que retornariam em algumas horas, mas sem sacos de dormir, lonas ou tendas.

AE, Agência Estado

15 de novembro de 2011 | 08h48

Minutos mais tarde, o gabinete do prefeito postou no Twitter que os manifestantes deveriam "sair temporariamente".

Paul Browne, um porta-voz do Departamento de Polícia de Nova York, disse que muitas pessoas começaram a desocupar o parque assim que receberam o aviso; outros foram presos por desordem. Ele afirmou que o parque não estava intensamente ocupado nesta manhã.

Os manifestantes anunciaram segunda-feira em seu site na Internet que planejavam "desligar Wall Street" com um protesto na quinta-feira para comemorar os dois meses do início do acampamento, o que tem estimulado ações similares em outras partes do país.

Também ontem, um pequeno grupo de manifestantes, incluindo moradores locais e comerciantes, fez um protesto em City Hall. Nas últimas semanas, eles têm reivindicado ao prefeito a limpeza do parque por causa do impacto negativo na vizinhança e nos pequenos negócios. As informações são da Associated Press

Tudo o que sabemos sobre:
Wall StreetNova Yorkmanifestação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.