AP Photo/Emilio Morenatti
AP Photo/Emilio Morenatti

Manifestantes contrários à separação da Catalunha protestam em Barcelona

Protestos ocorrem após onda de violência causada por condenação de líderes separatistas

Redação, O Estado de S.Paulo

27 de outubro de 2019 | 16h45

Sob o lema "Basta!", milhares de pessoas contrárias à independência da Catalunha  e também, aos episódios de violência que se seguiram à condenação de líderes separatistas protestaram nas ruas de Barcelona, neste domingo, 27.

De acordo com a polícia local, cerca de 80.000 pessoas carregando bandeiras da Espanha e da Catalunha e gritando "as ruas pertencem a todos"percorreram o Paseo de Gracia, convocados pela Sociedade Civil Catalã (SCC) e apoiado pelos partidos antisseparatistas espanhóis.

Uma semana após os violentos confrontos em decorrência da condenação de líderes separatistas, milhares de catalães voltaram às ruas de Barcelona, neste sábado, 26. Agitando bandeiras pró-indepedência da Catalunha e aos gritos de “liberdade”, “independência”, “liberdade aos presos políticos”, 350.000 pessoas se reuniram perto do Parlamento da Catalunha, segundo a polícia local. Os protestos foram convocados pelas associações Assembleia Nacional da Catalunha e Omnium Cultural, que organizam regularmente manifestações em massa. 

Em 2017, um referendo sobre a independência da região espanhola foi considerado inválido pela Espanha, que dissolveu o Parlamento catalão. Este ano, nove líderes do movimento separatista foram julgados e, em 14 de outubro, condenados a penas que vão de 9 a 13 anos. Desde então, separatistas radicais entraram em choque com a polícia todas as noites em Barcelona e ocuparam o aeroporto El Prat provocando o cancelamento de mais de 100 voos. /COM INFORMAÇÕES DA AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.