Manifestantes da Tailândia cortam energia em sede da polícia nacional

Manifestantes cortaram a eletricidade na sede da polícia nacional da Tailândia e de um hospital em Bangcoc na quinta-feira, disse uma testemunha da Reuters, intensificando uma manifestação que pede a saída da primeira-ministra.

Reuters

28 de novembro de 2013 | 07h20

"Eu confirmo que os manifestantes retiraram diversos cabos de eletricidade do lado de fora da sede da polícia. Agora nós estamos com uma rede de back-up, estamos usando um gerador. A energia no hospital geral da polícia também foi afetada", disse Anucha Romyanan, vice-porta-voz da polícia nacional à Reuters.

(Reportagem de Annie Chenaphun)

Mais conteúdo sobre:
TAILANDIAPROTESTOCORTEENERGIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.