Manifestantes e polícia da Síria se enfrentam, diz canal estatal

Vídeos postados na internet mostram aglomerações e caminhões usando jatos d'água para dispersá-las

Associated Press

18 de março de 2011 | 16h16

BEIRUTE - As forças de segurança da Síria foram acionadas para dispersar manifestações em ao menos duas cidades nesta sexta-feira, 18, segundo informações da televisão estatal síria.

 

A emissora informou que pessoas "infiltradas" na cidade de Deraa causaram "caos e rebeliões" e causaram danos a carros e imóveis antes de serem dispersados pela polícia. Uma ação semelhante ocorreu na cidade costeira de Banyas.

 

Vídeos amadores postados no Youtube e no Twitter mostravam o que pareciam ser caminhões do governo usando jatos d'água nos manifestantes. Outras imagens mostram aglomerações nas cidades de Homs e Baniyas. Na capital, Damasco, policiais à paisana dispersaram dezenas de pessoas que pediam mais liberdades no país, segundo ativistas de direitos humanos. Duas pessoas foram detidas.

 

Com a manifestação desta sexta, já são três os atos realizados somente nesta semana em Damasco. As autoridades tem agido contra as marchas, inspiradas no que tem ocorrido em outros países do mundo árabe nos últimos meses. Grupos de direitos humanos afirmam que o Estado acusou 32 dos manifestantes por "prejudicar a imagem do país".

 

As prisões ocorreram na quarta, quando policiais tiveram de agir contra um protesto perto do Ministério do Interior para pedir a libertação de prisioneiros políticos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.