Manifestantes e polícia se enfrentam na Venezuela

Caracas, 21/04/2014 - Dezenas de manifestantes realizaram na noite deste domingo protestos em algumas regiões no leste de Caracas, bloqueando vias com barricadas. As forças de segurança usaram gás lacrimogêneo para dispersar os grupos, que contra-atacaram com fogos de artifício, pedras e outros objetos. Um dos principais palcos foi o distrito de Chacao, onde aconteceram alguns dos protestos mais violentos dos últimos meses.

Agência Estado

21 de abril de 2014 | 11h53

Tanto na capital da Venezuela como em outras cidades do país os manifestantes queimaram bonecos com o rosto do presidente Nicolás Maduro, como parte da brincadeira de "malhação de Judas". Os protestos ocorrem enquanto governo e oposição tentam iniciar um diálogo, com a mediação dos chanceleres de Brasil, Colômbia e Equador.

As manifestações na Venezuela, que começaram em fevereiro, já deixaram 41 mortos, 674 feridos e 2.285 presos, dos quase 175 continuam detidos e aguardando processo judicial. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Venezuelaprotestopolícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.