Manifestantes egípcios entram em conflito com a polícia

Egípcios organizam manifestação na Praça Tahrir mais tarde nesta terça para exigir revogação de direitos de Morsi

Agência Estado

27 de novembro de 2012 | 10h01

CAIRO - Manifestantes egípcios e a polícia entraram em conflito no Cairo nesta terça-feira, 27, algumas horas antes da realização de um grande protesto organizado por opositores do presidente Mohamed Morsi, da Irmandade Muçulmana. Os cidadãos querem que o líder revogue os decretos que lhe concedem mais poderes.

 

Veja imagens (o texto continua após a galeria):

 

 

Os choques ocorreram próximo à embaixada dos Estados Unidos e da Praça Tahrir, local onde começou o levante que derrubou o regime do presidente Hosni Mubarak, há quase dois anos. A polícia lançou gás lacrimogêneo e os manifestantes responderam com pedras em uma rua que sai da praça em direção à embaixada.

 

Os egípcios estão organizando para hoje uma manifestação na Praça Tahrir para exigir que Morsi revogue seus decretos. O presidente, que assumiu o poder em junho, disse que as medidas são necessárias para proteger a "revolução" e a transição da nação para a democracia.

As informações são da Associated Press

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.