Manifestantes enfrentam a polícia em Washington

Mais de 100 manifestantes entraram em conflito com a polícia em Washington, onde acontecem os encontros do Fundo Monetário Internacional e do Banco Mundial. As autoridades utilizaram bastões e gás pimenta quando os manifestantes tentaram entrar nas ruas bloqueadas e próximas ao encontro e várias pessoas foram empurradas ao chão pela polícia. Um homem de 22 anos, acusado de espirrar gás pimenta contra um dos policiais, foi detido, segundo a polícia. Antes do início dos protestos, a polícia havia detido seis pessoas, acusadas de vandalismo contra dois bancos, em um incidente que as autoridades acreditam estava relacionada aos protestos.

AE-AP, Agencia Estado

25 de abril de 2009 | 16h12

Os manifestantes reclamaram que a polícia respondeu agressivamente, sem fazer uma advertência prévia. "Foi um excesso", disse Don Thompson, de 73 anos, que observava os protestos pelo grupo de esquerda de advocacia legal National Lawyers Guild. "Eles não nos deram um alerta para sairmos da rua", afirmou. Dois manifestantes foram levados ao hospital com pequenos ferimentos, segundo o porta-voz dos bombeiros, Billy Hayes.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAFMIprotesto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.