Amr Abdallah Dalsh/Reuters
Amr Abdallah Dalsh/Reuters

Manifestantes enfrentam policiais na Praça Tahrir

Oficial disse que a polícia foi atacada após tentar liberar o trânsito no local, prejudicado há quase três meses

AE, Agência Estado

26 de fevereiro de 2013 | 09h57

CAIRO - Manifestantes do Egito jogaram bombas e lançaram pedras contra agentes da polícia, que tentavam reabrir a Praça Tahrir, no Cairo, onde um protesto está prejudicando o trânsito da cidade há quase três meses, afirmou um oficial de segurança.

A fonte, que preferiu não se identificar, disse que a polícia foi atacada após tentar remover uma barreira de metais e liberar o trânsito na Praça nesta terça-feira, 26. O local ainda permanece fechado para a movimentação de veículos.

Ele acrescentou que cerca de 70 manifestantes e vendedores ambulantes foram detidos durante o tumulto em Tahrir, o epicentro de protestos feitos contra o governo no Egito. Muitos moradores do Cairo reclamam que o trânsito da capital, que já está superlotado, tem piorado por causa da manifestação.

As informações são da Associated Press

Tudo o que sabemos sobre:
primavera árabePraça TahrirEgito

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.