Manifestantes fazem protesto em Madri em apoio a juiz

Centenas de manifestantes marcharam hoje pelas ruas do centro de Madri em apoio ao juiz, Baltasar Garzon, acusado de prevaricação por ter ordenado a abertura de investigações sobre desaparecimentos sistemáticos de republicanos durante a Guerra Civil Espanhola (1936-1939).

AE - AP, Agência Estado

29 de janeiro de 2012 | 13h10

Garzon se tornou um herói internacional de direitos humanos quando mandou prender o ex-ditador chileno Augusto Pinochet em 1998 e o líder da Al-Qaeda, Osama bin Laden, em 2003, mas passou a enfrentar problemas ao investigar desaparecidos durante e após a Guerra Civil espanhola e o franquismo (1939-75).

A marcha incluiu artistas, políticos e ativistas que carregaram cartazes com os dizeres: "Amigo Garzon, a Espanha está com você".

Tudo o que sabemos sobre:
Espanhamanifestaçãodesaparecidos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.