Manifestantes invadem Parlamento da Geórgia

Um grupo de oposição ao governo da Geórgia invadiu hoje o Parlamento do país interrompendo o discurso do presidente Eduard Shevardnadze, que tentava inaugurar as sessões da nova legislatura. Os ativistas eram liderados por Mijail Saakashvili e chegaram a entrar em luta corporal contra parlamentares, segundo a agência de notícias russa Interfax. O presidente foi retirado do plenário por seus guarda-costas. Em seguida, Saakashvili subiu à tribuna anunciando uma revolução sem violência. Já Shevardnadze, de 75 anos, avisou que não renunciará ao seu mandato. A ex-república soviética entrou sem sua pior crise após as eleições parlamentares de 2 de novembro, considerada pela oposição e muitos observadores internacionais como fraudulenta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.