Manifestantes iraquianos lançam pedras contra soldados britânicos

Centenas de iraquianos que procuram emprego lançaram pedras hoje contra soldados da Grã-Bretanha, que, por sua vez, responderam usando seus cassetetes, informaram testemunhas. O incidente ocorreu em Amara, no sudeste do Iraque, o mesmo local onde um dia antes seis manifestantes morreram a tiros e outros 11 ficaram feridos em choques com as tropas britânicas e com policiais iraquianos. O conflito de hoje começou quando os manifestantes tentaram expulsar as tropas que custodiavam a prefeitura, mas os britânicos os dispersaram do local, onde também se encontra uma representação da força de ocupação liderada pelos EUA e o 1º Batalhão da Brigada de Infantaria Leve da Grã-Bretanha. Enquanto os soldados bloqueavam caminhos, a multidão jogava pedras contra eles. Uma explosão foi ouvida, aparentemente produzida por uma bomba de efeito moral. Não há informações sobre feridos. Antes da confusão de hoje, os manifestantes enviaram um representante para conversar com funcionários britânicos e iraquianos, que prometeram 8.000 empregos, segundo testemunhas. Mas alguns manifestantes disseram que uma promessa similar feita há algumas semanas não havia sido cumprida, e por isso os protestos foram iniciados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.