Manifestantes no Egito invadem sede do partido de Mursi em Alexandria

Manifestantes irritados com o decreto do presidente egípcio, Mohamed Mursi, que concedeu-lhe amplos poderes, invadiram a sede do partido da Irmandade Muçulmana em Alexandria nesta sexta-feira, jogando para fora livros e cadeiras, e ateando fogo neles na rua, contou uma testemunha.

Reuters

23 de novembro de 2012 | 12h55

Perto de uma grande mesquita na segunda cidade do Egito, partidários e opositores de Mursi atiraram pedras uns nos outros, disse uma testemunha. Dois carros nas proximidades tiveram os vidros quebrados conforme os confrontos se afastavam da área.

Tudo o que sabemos sobre:
EGITOMANIFESTANTESPARTIDO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.