Manifestantes pedem morte de dono de prédio

Moradores da capital de Bangladesh, Daca, protestaram ontem enquanto o dono do prédio que desabou na semana passada - matando quase 400 pessoas - era levado a um tribunal. De acordo com testemunhas, Mohamed Sohel Rana usava capacete e colete à prova de balas. Os manifestantes pediam seu enforcamento. Ele foi detido após quatro dias de busca. Ontem, a empresa canadense Loblaw prometeu compensar parentes de empregados mortos no prédio enquanto confeccionavam roupas da grife.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.