Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Manifestantes pedem nova eleição após vitória de Putin

Um movimento de protesto em Moscou está pedindo novas eleições presidenciais para substituir a votação vencida por Vladimir Putin, a qual, alega o movimento, foi manchada por fraudes generalizadas. A União Europeia (UE) viu "problemas" no pleito, mas as autoridades reconheceram a "clara vitória" de Putin.

AE, Agência Estado

05 de março de 2012 | 13h17

"Queremos o fim da repressão política, uma investigação sobre as fraudes maciças e a antecipação das eleições parlamentares e do pleito presidencial", disse o líder da oposição Vladimir Ryzhkov, prometendo a continuação dos protestos até que as demandas sejam atendidas.

Em São Petersburgo, a polícia prendeu dezenas de manifestantes nesta segunda-feira que realizavam um protesto contra a vitória de Putin, de acordo com um jornalista da France Presse (AFP). Os detidos, entre eles deputados locais do partido liberal Yabloko, estavam entre cerca de 1.500 pessoas que realizavam no centro da cidade uma manifestação não autorizada pelas autoridades, afirmou o jornalista.

Por outro lado, Maja Kocijancic, porta-voz da chefe da diplomacia europeia, Catherine Ashton, disse que a UE partilha da avaliação da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE, na sigla em inglês), que alegou nesta segunda-feira que a eleição foi "claramente enviesada" para favorecer Putin. Entretanto, disse ela, a UE não está levantando questionamentos sobre a validade da vitória de Putin. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
RússiaeleiçãomanifestantesPutin

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.