Manifestantes pedem reformas políticas no Marrocos

Pelo menos duas mil pessoas participam de uma passeata neste domingo em Rabat, capital do Marrocos, em defesa de uma nova constituição que ampliaria a democracia do país. Os manifestantes pediam oportunidades econômicas, reformas educacionais, serviços de saúde mais eficientes e auxílio para conseguirem lidar com o custo de vida crescente. Os pedidos, no entanto, eram direcionados ao parlamento do país, não ao rei Mohammed 6º. Policiais à paisana estavam misturados à multidão. As informações são da Associated Press.

AE, Agência Estado

20 de fevereiro de 2011 | 11h54

Tudo o que sabemos sobre:
Marrocosmanifestação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.