Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Manifestantes pedem renúncia do presidente de Taiwan

As autoridades de Taiwan mandaram neste sábado mil policiais para as ruas da cidade de Kaohsiung, no sul do país, para controlar uma manifestação convocada para pedir a renúncia do presidente Chen Shui-bian. Ma Ying-Jeou, dirigente do Partido Kuomintang, o maior da oposição, vai participar da concentração sob forte proteção de agentes de segurança, após ter recebido ameaças de morte. O Kuomintang entrou na terça-feira com uma moção de cassação contra Chen Shui-Bian. O pedido será votado dia 27 de junho.Há um mês, a oposição tem promovido comícios pedindo a renúncia do presidente taiwanês, acusado de corrupção e incompetência. No sábado passado, o Partido Democrata Progressista (PDP) reagiu com uma manifestação em Taipé, reunindo 10 mil pessoas a favor de Chen e contra a cassação.O KMT e seu aliado, o Partido Primeiro o Povo, também marcaram concentrações em Taipé, neste domingo, para obter apoio popular na campanha para derrubar Chen. Taiwan vive uma crise política desde a divulgação de vários escândalos ligados a pessoas próximas ao presidente taiwanês, que se diz inocente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.