Manifestantes põem fogo em delegacias

Manifestantes atearam fogo ontem em delegacias e carros no quarto dia de protestos em Ben Gardane, na fronteira com a Líbia. Eles exigem a reabertura da passagem ao país vizinho e a retomada do comércio. Autoridades tunisianas e líbias abriram a fronteira brevemente na quinta-feira, mas voltaram atrás, alegando ameaça à segurança. Dois anos após a revolução que derrubou Zine Ben Ali e deu início à Primavera Árabe, a Tunísia enfrenta uma crise econômica e disputas entre secularistas e radicais islâmicos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.