Manifestantes protestam contra caricaturas de Maomé

Cerca de 50 manifestantes lançaram coquetéis molotov na terça-feira à noite contra a embaixada dinamarquesa em Teerã, em um protesto contra o concurso de charges sobre Maomé organizado pela Juventude do Partido Popular Dinamarquês.O gramado em frente ao prédio da embaixada ficou em chamas devido às bombas caseiras. Segundo declarações do embaixador dinamarquês no Irã, Soeren Haslund, à agência dinamarquesa Ritzau, a Polícia iraniana agiu com rapidez e evitou que o problema se tornasse maior.Segundo Haslund, os policiais dispersaram a concentração para impedir que os manifestantes, que disseram que voltariam nesta quarta-feira, pudessem entrar no edifício.O ministério de Cultura e Consulta Islâmica condenou um vídeo divulgado na sexta-feira que mostra membros da Juventude do partido de extrema-direita mostrando caricaturas de Maomé. O ministério qualificou a gravação de "um novo ataque contra a santidade do profeta".As imagens foram divulgadas, primeiramente, pelo jornal Nyhedsavisen. Em seguida, foi a vez de os canais públicos de televisão DR e TV2 transmitirem o vídeo, no qual são exibidos jovens mostrando as caricaturas de Maomé bebendo cerveja, urinando e como um terrorista bombardeando Copenhague.O ministério de Relações Exteriores dinamarquês convocou na segunda-feira os embaixadores de países islâmicos creditados na Dinamarca para desvincular o conteúdo do vídeo da imagem do governo.O ministério também quer deixar claro que as imagens não foram gravadas pela televisão pública, e sim feitas em uma festa particular realizada em agosto.O Conselho de Muçulmanos Dinamarqueses e o grupo artístico Defending Denmark anunciaram nesta quarta-feira que enviarão um comunicado conjunto aos embaixadores islâmicos. Nele, querem deixar claro que o objetivo do vídeo era criticar o partido, e não ridicularizar Maomé.As imagens foram retiradas do site do Defending Danmark e do jornal Nyhedsavisen.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.