Manifestantes protestam contra eleição na Caxemira

Centenas de manifestantes jogaram pedras contra locais de votação instalados no disputado território da Caxemira e gritaram "Abaixo a Índia!", em um importante dia de votação da eleição geral do país.

AE, Agência Estado

24 de abril de 2014 | 12h49

Forças indianas usaram gás lacrimogêneo e bastões de madeira para dispersar os manifestantes, mas não houve nenhuma interrupção na votação, afirmou um oficial de polícia local, que falou em condição de anonimato por não estar autorizado a dar entrevistas a meios de comunicação.

Com 814 milhões de eleitores aptos a votar, a Índia está realizando a eleição em etapas, ao longo de seis semanas. Os resultados são esperados para o dia 16 de maio. Os protestos na Caxemira ocorreram em um dia em que milhões de pessoas foram às urnas em 11 Estados para o segundo maior dia de votação das eleições.

A Caxemira indiana elege apenas seis membros para o Parlamento do país, de 543 membros, mas a votação na região deverá ocorrer ao longo de vários dias devido a preocupações com segurança.

Rebeldes separatistas e políticos têm exortado as pessoas a boicotar o pleito para mostrar que não reconhecem a soberania da Índia. Mais de uma dezena de grupos rebeldes lutam desde 1989 pela independência da Caxemira da Índia ou união com o Paquistão. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Índiaeleiçõesprotestoscaxemira

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.