Manifestantes protestam contra lei de aborto na Espanha

Nova legislação quer limitar o direito ao aborto para casos de estupro e risco de saúde

AE, Agência Estado

01 de fevereiro de 2014 | 17h50

Centenas de manifestantes marcharam em direção ao Parlamento da Espanha neste sábado, 1º, em protesto contra a nova lei do governo que restringe o aborto. Pelo projeto, ele só será permitido em casos de estupro ou risco à saúde da mãe. O protesto foi organizado por grupos de mulheres e entidades de luta pelos direitos civis.

O governo socialista anterior havia legalizado o direito ao aborto até 14 semanas de gestação, mas o Partido Popular, atualmente no poder em conjunto com a Igreja Católica, se uniram na promessa de mudar a lei durante a campanha presidencial em 2011.

A lei ainda precisa da aprovação do Parlamento, dominado pelo Partido Popular por ampla maioria. Fonte: Associated Press.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Espanhaprotestoaborto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.