Manifestantes protestam contra Negroponte em formatura

Militantes pacifistas promoveram nesta segunda-feira um protesto durante um discurso de formatura do diretor de Inteligência Nacional dos EUA, John Negroponte, acusando-o de ser um criminoso de guerra e um dos responsáveis pelos abusos resultantes de políticas externas americanas.Cerca de 75 ativistas concentraram-se na frente de uma escola secundária privada onde Negroponte discursava. Eles denunciaram que Negroponte tem um papel na política externa dos EUA desde a década de 1980 na América Central até os dias de hoje no Iraque."John Negroponte é um criminoso de guerra com uma história de organizar e promover assassinatos e torturas em nome da política externa dos EUA", disse o manifestante Brian Tokar. "É ultrajante que tenha sido dada a ele uma posição de honra em nossa comunidade". A polícia deteve quatro pacifistas, dois deles depois de perturbarem o discurso de Negroponte.Negroponte é o primeiro diretor da recém-criada Inteligência Nacional, que visa acompanhar os trabalhos das diferentes agências de inteligência do país. Ele foi o primeiro embaixador dos EUA no Iraque pós-Saddam, de junho de 2004 a março de 2005.Durante seu discurso, Negroponte não fez referências a políticas externas nem a questões que envolvem seu cargo. O filho de Negroponte, John, era um dos formandos na academia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.