Manifestantes protestam contra Zelaya em Honduras

Centenas de pessoas se acumulavam, no início da tarde de hoje, em frente ao prédio da representação das Nações Unidas na capital de Honduras para manifestar a favor do governo de facto e pela prisão do presidente Manuel Zelaya, que continua abrigado na Embaixada do Brasil. A manifestação foi organizada pela União Física Democrática, que é uma das entidades políticas que deu sustentação ao golpe militar de 28 de junho e que sustenta o governo de facto.

DENISE CHRISPIM MARIN, Agencia Estado

24 de setembro de 2009 | 15h01

Devido à proximidade dos prédios da ONU e do Brasil, existe a possibilidade dos manifestantes se deslocarem para a embaixada em seguida. O cerco limitar à representação brasileira foi ampliado desde a noite de ontem, com o objetivo de impedir a maior proximidade da imprensa e de partidários dos dois lados do conflito.

Tudo o que sabemos sobre:
HondurasManuel Zelayaprotesto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.