Manifestantes protestam em Atlanta após decisão judicial

Manifestantes protestam em Atlanta após decisão judicial

Policial branco Darren Wilson atirou e matou o jovem negro Michael Brown durante um ato em Missouri

O Estado de S. Paulo

25 de novembro de 2014 | 21h45

Várias centenas de manifestantes se reuniram no centro de Atlanta nesta terça-feira à noite para protestar contra a decisão do grand jury de não indiciar o policial branco Darren Wilson pela morte do jovem negro Michael Brown na cidade de Ferguson, no estado americano de Missouri.

Mesmo com um tempo frio e céu nublado, a multidão gritou e fez discursos condenando a decisão do júri, mas manteve-se pacífica, de modo geral. Muitos levaram cartazes feitos em casa, incluindo um com frase "A verdade é que todos nós estamos a uma bala de sermos uma #hashtag", em referência à repercussão que a morte de Brown teve nas redes sociais.

O jovem negro Monshae Jordan, de 28 anos, presente na manifestação, disse que o assédio da polícia a homens negros é um problema persistente nos EUA. Jordan, que vive no subúrbio de Atlanta, afirmou que foi algemado uma vez, quando a polícia suspeitou que ele tivesse cometido um crime, mas foi liberado após perceberem que ele não era a pessoa que eles estavam procurando. "Para pessoas como eu, que se encaixam na descrição de Michael Brown, é um problema constante", afirmou. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
FergusonAtlantaprotestos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.