Manifestantes protestam em competição em Hong Kong

Quatro manifestantes tentaram colocar uma bandeira do Tibet e gritar slogans pró-democráticos durante uma competição eqüestre, em Hong Kong, mas acabaram sendo retirados do local. Os manifestantes, entre os quais uma estudante universitária, não foram presos. Os organizadores da competição disseram que os quatro violaram as regras que proíbem propaganda política e bandeiras de países fora da competição. As redes de TV também mostraram um homem vestindo uma camiseta em que estava escrito: "A democracia e os direitos humanos são mais importantes do que a Olimpíada". O homem teve de retirar a camiseta para entrar no local. Vários outros protestos foram vistos próximo ao ginásio da competição eqüestre, como faixas pedindo o fim da pena de morte. As informações são de agências internacionais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.