Manifestantes protestam pelo mundo contra a guerra

Milhares de pacifistas se dirigiram hoje às embaixadas do EUA e da Grã-Bretanha em várias cidades do mundo. As maiores manifestações foram em Genebra, Atenas, Cairo, e Londres.Mais de cinco mil manifestantes realizaram um protesto em frente à sede da ONU em Genebra contra a guerra. A polícia fechou os portões das Nações Unidas e, por motivos de segurança, ninguém está autorizado a sair nem entrar no prédio. Gritando palavras de ordem contra os Estados Unidos, os manifestantes pedem que a ONU tome alguma iniciativa contra o ataque norte-americano. "Essa guerra não é legal", afirmou um dos manifestantes.Na capital da Grécia, estudantes se concentraram na praça Syndawna, em frente ao parlamento grego e logo marcharam para as embaixadas americanas e britânicas.No Cairo, um estudante ficou ferido após choques com a polícia que tentava deter manifestantes que em frente a embaixadas.Em Londres, a rodovia M621, uma das mais importantes vias do Reino Unido, foi bloqueada por pessoas que protestavam contra a guerra.Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.