Manifestantes são presos em novos protestos em Teerã

A polícia iraniana entrou em choque ontem com centenas de pessoas que participavam de um protesto no centro de Teerã e prendeu dezenas de manifestantes. Gritando frases como "renuncie, Ahmadinejad" e "Morte aos ditadores", eles protestavam contra o resultado das eleições presidenciais do mês passado, que reelegeram o presidente Mahmoud Ahmadinejad. A oposição afirma que a votação foi fraudada. O objetivo da marcha era homenagear Neda Aghasoltan, jovem iraniana que virou símbolo dos protestos opositores após ser morta com um tiro no peito durante uma manifestação em Teerã.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.