Manifestantes tailandeses devem negociar proposta de eleição

Manifestantes contrários ao governo na Tailândia devem fazer uma contra-proposta à oferta do primeiro-ministro Abhisit Vejjajiva para uma eleição no dia 14 de novembro, disse à Reuters um dos líderes do movimento na terça-feira.

REUTERS

04 Maio 2010 | 08h32

"O resultado da reunião foi positivo mas provavelmente faremos algumas sugestões e propostas para o primeiro-ministro também", disse Jaran Dittapichai depois de uma reunião com mais de 20 outros líderes do movimento oposicionista dos "camisas vermelhas".

Indagado se o grupo deixaria seu acampamento fortificado no centro de Bangcoc até quarta-feira, ele disse: "Não, não, ainda não. Não podemos só sair imediatamente."

Abhisit anunciou um "roteiro" de reconciliação de cinco ítens na noite de segunda-feira, que segundo ele provavelmente resultaria em eleições no dia 14 de novembro --mais de um ano antes do término oficial de seu mandato-- se todos os partidos concordarem.

(Reportagem de Chalathip Thirasoonthrakul)

Mais conteúdo sobre:
TAILANDIA ELEICAO CONCESSAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.